Comprador Mercado

Consórcio de imóveis é visto como porto-seguro para bancos brasileiros

Temendo a diminuição da demanda por crédito imobiliário, muitos bancos têm recorrido ao consórcio para a compra de imóveis. De acordo com a Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios (ABAC), só no primeiro semestre de 2012, 14% dos imóveis foram adquiridos por meio do consórcio, superando os 12,92% de todo o ano de 2011.

Conforme apontado pelo presidente da Associação, Paulo Roberto Rossi, a iniciativa pode ser justificada como uma tentativa de manter as vendas em tempos de crise. Segundo ele, o consórcio de imóveis pode ser encarado como uma espécie de porto-seguro para as agências bancárias, facilitando a venda de cotas e ampliando o caixa.

Consórcio imobiliário é encarado como porto-seguro para agências bancárias no Brasil | Via: Foxter.

O segmento ganhou ainda mais força após o anúncio da Caixa Econômica Federal a respeito de mudanças no setor. O banco decidiu ampliar seu limite da carteira de crédito de R$ 300 mil para R$ 700 mil, elevar o prazo de pagamento de 120 para 200 meses e ainda, reduzir a taxa de administração de 18% para 16%.

Financiamento x Consórcio

Dados da Associação Brasileira de Empresas de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP) mostram que o setor de crédito imobiliário permaneceu estável durante o primeiro semestre de 2012. Os números registram taxas crescentes, acima de 20% nos últimos anos.

Já em relação às unidades habitacionais, a demanda de financiamentos apresentou queda de 9%, de 236,5 mil para 214,3 mil. Se tratando de volume, houve alta nos desembolsos de 0,1%, para R$ 37,04 bilhões.

Na área dos consórcios para a compra de imóveis, a associação registrou aumento de 9,4% (ante o mesmo período do ano passado) no número de participantes, totalizando 662 mil em agosto de 2012. Em contrapartida, a venda de novas cotas sofreu retração de 3%, caindo de 133,6 mil de janeiro a agosto de 2011 para 129,6 mil.

Especificamente sobre o caso da Caixa Econômica Federal, o volume de vendas de consórcios para imóveis cresceu 35%, considerando o período de janeiro a outubro de 2012. Já o estoque, até o mês de agosto, registrou alta de cerca de 6% a 7%, chegando a 159 mil cotas.

Fonte: Panorama Brasil.

Consórcio de imóveis é visto como porto-seguro para bancos brasileiros
Avalie esta postagem.