Comprador Construtora Financiamento Uncategorized

iBuyer: a nova tendência do mercado imobiliário para os próximos anos

Um celular com opções relacionadas a vendas e compras

Devido às diversas fases envolvidas na busca e compra de imóveis, há uma grande dedicação do mercado de investir em novas tecnologias para facilitar e trazer rapidez às transações de ativos imobiliários. Uma das últimas tendências criadas, que tem muito potencial de crescimento para os próximos anos, é o iBuyer, do inglês “instant buyer”, algo como “comprador instantâneo”.

Esse novo modelo de negócio aumenta a liquidez dos investimentos imobiliários e ajuda compradores e vendedores a realizar suas devidas partes das transações. Entretanto, apesar de simplificar os processos envolvidos em compras e vendas, o iBuyer ainda está em seu início, e é importante entendê-lo para avaliar as propostas com mais clareza.

Quer conhecer melhor esse conceito e seus diferenciais? Confira este artigo!

Afinal, o que é o iBuyer?

Uma mulher secionando ações em tablete que interferem diretamente na casa

Quem já tentou vender um imóvel sabe que achar um comprador é algo difícil, na maioria das vezes. É necessário buscar corretores, imobiliárias, mostrar o imóvel para os interessados – que podem ser muitos – e, após tudo isso, ainda tratar de todos os trâmites burocráticos de transferência, contratos e outras documentações.

O iBuyer é uma maneira de otimizar isso por meio da automação. O sistema consiste na compra de um imóvel por uma empresa, que ao adquiri-lo, faz todas as reformas e, então, o revende em seu nome.

|Fintechs: Conheça o papel das startups financeiras no mercado imobiliário|

A maior diferença no caso do iBuyer, entretanto, fica por conta de como o imóvel é encontrado e escolhido pela organização compradora. É tudo decidido por meio de algoritmos, que buscam em bancos de oferta utilizando dados sobre preços, demanda, características do imóvel e também levando em conta o que deverá ser feito em termos de reforma, de forma totalmente digital.

Ao escolher, então, a empresa faz uma oferta ao vendedor e, se aceita, é pago o valor integral à vista. O valor da proposta é baseado também em análises automatizadas do mercado.

Benefícios do iBuyer para a Economia nacional

Duas mãos masculinas fazendo contas e rodeados de chaves e casinhas em miniatura

O mercado imobiliário influencia diretamente a Economia, principalmente se for considerado o grande número de bens que ficam parados, esperando compradores. Quando é utilizado o modelo iBuyer, por meio dos algoritmos automatizados é possível, muitas vezes, encontrar imóveis que não estão disponíveis nos classificados mais conhecidos.

Além disso, como a empresa que irá adquiri-lo não terá que fazer um financiamento ou qualquer modo de parcelamento, a transferência já pode ser feita imediatamente e não há riscos de inadimplência ou nenhum tipo de problema que pode afetar, posteriormente, os bancos ou órgãos públicos de proteção ao crédito.

O iBuyer também traz benefícios para a economia em termos de circulação de ativos. Isso porque, ao utilizar esse modelo de compra e venda, os imóveis são vendidos mais rapidamente, e podem ser revendidos futuramente valendo ainda mais. Ou seja, o mercado imobiliário ganha valorização e, consequentemente, os investimentos passam a ser ainda mais lucrativos, ativando o setor financeiro com força e eficiência.

Vantagens para os vendedores

Os vendedores têm muito a ganhar com o uso do iBuyer. A tecnologia, em tese, retira do mercado os principais riscos para os proprietários na hora de realizar a venda de seus imóveis e também ajuda a colocá-los em contato com um comprador que mostra enorme potencial: as próprias empresas responsáveis pelos sistemas.

Outro ponto em que o iBuyer contribui com o vendedor na hora das transações imobiliárias é o fato de que a compra é muito mais rápida e certa. No caso de um comprador comum, pessoa física, existe a possibilidade de o financiamento não ser aprovado, um problema com a concessão de crédito impedir a venda ou, em situações extremas, até haver certos tipos de golpes.

|O novo mercado imobiliário focado no comportamento do jovem consumidor|

Sendo assim, o iBuyer é uma opção mais segura em diversos pontos, principalmente para o vendedor, que recebe o dinheiro por seu imóvel no ato da venda, sem financiamento ou dúvidas relacionadas ao comprador.

Como a reforma está inclusa no planejamento da empresa, para revenda, o vendedor também não precisa se preocupar com isso, e não é necessário que gaste com isso antes da venda.

Vantagens para as empresas

Muitas empresas do mercado imobiliário dedicam grande parte de seu tempo e de seus processos à busca de boas oportunidades para vender melhor. Entretanto, em grande parte das vezes dependem de imóveis divulgados por outras pessoas para que atraiam compradores. o iBuyer quebra um pouco essa necessidade e oferece mais autonomia à empresa.

|Contrutora: aumente seu ROI hoje com LEADS QUALIFICADOS|

Por ter o potencial de comprar imóveis e revendê-los, sem depender da decisão dos vendedores, que poderiam optar por outros meios de divulgação, a empresa tem nas mãos uma nova oportunidade de negócio. É possível encontrar imóveis melhores, que talvez não fossem registrados em seu banco, e que ainda assim, cuja negociação seria vantajosa tanto para o proprietário quanto para a empresa.

Esse nível de autonomia traz um novo cenário para o mercado, com maiores chances para o comprador de encontrar o imóvel certo e, claro, um maior potencial lucrativo para a empresa que adquire os bens.

O iBuyer realmente vale a pena?

Uma cada dentro de uma carrinho de compras

Por ser uma tecnologia nova, muito se especula sobre as reais vantagens de apostar no iBuyer.

Os benefícios para os vendedores são inquestionáveis, logicamente. É possível vender o imóvel mais rapidamente, sem a maioria dos riscos e problemas pelos quais poderiam passar em uma negociação comum com uma pessoa física.

Entretanto, se você tem um imóvel a venda e cogita buscar um iBuyer, lembre-se de um ponto importante: ainda que seja o comprador, ele também é o corretor, certo? Isso significa um detalhe: comissão.

Os iBuyers cobram um alto valor de comissão, principalmente para cobrir os riscos presentes em suas propostas, já que geram um pagamento praticamente imediato. É comum que elas ultrapassem aquelas cobradas por corretores em imobiliárias comuns, e muitas vezes, se levado em conta o valor inicial do imóvel, o vendedor pode perder dinheiro com a negociação feita pelo sistema.

Além disso, como a oferta é definida por algoritmos, é possível que o valor não seja exatamente aquele que seu imóvel realmente apresenta. Por isso é importante fazer muitas pesquisas para, finalmente, entender se o iBuyer é a melhor opção para seu caso!

Se você gostou e quer conferir mais conteúdos como esse é só clicar aqui para conhecer o blog do Agente Imóvel.

iBuyer: a nova tendência do mercado imobiliário para os próximos anos
Avalie esta postagem.