Locação

Dicas Para Alugar um Imóvel – Um Guia para Proprietários

Trabalhar com o aluguel de imóveis é uma tarefa que exige muito cuidado e atenção, especialmente quando o proprietário ainda não possui experiência no assunto. Não bastasse a competição do mercado, disponibilizar envolve muita pesquisa, conhecimento, tempo e, até mesmo, desprendimento emocional.

Se você está nessa situação ou planeja alugar o seu imóvel, preste atenção em algumas dicas de como alugar uma casa, capazes de transformar essa tarefa em um procedimento mais simples, vantajoso e seguro.

como alugar imóvel

Trabalhar com o aluguel de imóveis é uma tarefa que exige muito cuidado e atenção, especialmente quando o proprietário não possui experiência no ramo | Via: Flickr.

Histórico do inquilino

Para muitos proprietários, o segredo para um processo de locação tranquilo está na aprovação dos inquilinos. O cuidado vai muito além de um simples acordo em relação aos preços, sendo necessário conferir o histórico imobiliário dos interessados.

Antes de fechar negócio, consulte locatários e empreendimentos alugados anteriormente sobre a organização e rotina de pagamento de seu futuro inquilino. Busque informações em cartórios de protestos, sistemas bancários, imobiliárias e, até mesmo, contatos de referências pessoais e comerciais.

Outro cuidado é a exigência dos documentos originais de identificação, comprovantes de renda e patrimônio pessoal do inquilino (com cópias arquivadas) a fim de evitar falsificações e o risco do chamado “Inquilino profissional”, ou seja, alguém que aluga o imóvel para terceiros com o nome sujo ou sem aprovação de cadastro. Qualquer dúvida, vale sempre conferir a .

Garantias de pagamento

O proprietário do imóvel tem o direito de exigir alguma espécie de garantia de pagamento durante o fechamento do contrato de locação. Nesse sentido, é possível escolher entre modalidades como:

Fiador

É a garantia de pagamento mais utilizado no aluguel de casas e apartamentos. Aqui, o fiador compromete-se, legalmente, a pagar as despesas do aluguel, caso o locatário não o faça. É importante ficar atento à documentação apresentada pelo fiador para que falsificações sejam evitadas;

Depósito

Nessa modalidade, o inquilino entrega dinheiro como garantia. O depósito, normalmente, deve ser o equivalente a três parcelas do aluguel, sendo depositado em caderneta de poupança, no nome do proprietário do imóvel. Ao final do prazo de locação, caso os pagamentos estejam em dia, o valor dado como garantia é devolvido ao antigo inquilino;

Seguro-fiança

O serviço é contratado por uma seguradora, que se encarrega de cobrar uma taxa mensal do inquilino do imóvel para cobrir eventuais atrasos ou inadimplências no pagamento do aluguel.

Escolha da imobiliária

O trabalho de divulgação, normas de contrato e burocracia são fatores que podem ficar mais fáceis se for possível contar com o auxílio de profissionais da área. Por isso, recorrer a imobiliárias ou corretores de imóveis pode ser o grande diferencial de todo o processo.

Com a ajuda de especialistas, a compra de imóveis para alugar é amparada por conhecimentos do mercado imobiliário. Procedimentos, variações de tendências, normas e reajustes de preços passam a serem detalhes compreendidos e melhor avaliados, reduzindo os riscos de danos e prejuízos ao seu negócio e ao próprio imóvel.

Ao contratar esse tipo de serviços, pesquise sobre as taxas cobradas por cada profissional, valores de comissão e, principalmente, não realize pagamentos antes da assinatura do contrato.

Atenção com o contrato

O contrato de locação é o único documento capaz de fazer valer todas as normas e acordos estabelecidos durante as negociações. Registrar esse documento é indispensável.

O contrato de aluguel deve ser averbado no registro de imóveis, pois somente assim é que todas as cláusulas prescritas ganham real validade, sem o perigo de serem anuladas ou desrespeitadas posteriormente.

Outro cuidado diz respeito aos prazos de locação. No aluguel residencial, o tempo mínimo é de 30 meses, ou seja, dois anos e meio. Em casos de reincidência de contrato antes do período determinado, tanto por parte do proprietário, quanto do inquilino, é cobrada uma multa de rescisão – que pode ser anulada com a inclusão de uma cláusula isentando a sua cobrança. Já para aluguel de imóveis comerciais, não há prazos pré-estabelecidos.

Finalidade do imóvel

Ao disponibilizar um imóvel para locação tenha a finalidade do aluguel de sua casa ou apartamento bem definido: o contrato deverá ser para aluguel comercial ou residencial?

Todas as informações negociadas devem ser bem esclarecidas para ambas as partes e prescritas no contrato. O cuidado garante que, mais tarde, o inquilino não questione na Justiça a validade do documento, alegando que, na realidade, os acordos e direitos negociados foram outros.

Paciência e observação

A dica para fechar um bom negócio e ter sucesso em todas as etapas do processo é agir sem pressa e estar a par de todos os detalhes acerca da locação. Conheça os seus inquilinos, entenda o contrato, avalie as condições de pagamento e aja com atenção e responsabilidade. Assim, o aluguel de casas e apartamentos passa a ser uma tarefa muito mais simples e, sobretudo, mais lucrativa.

Dicas Para Alugar um Imóvel – Um Guia para Proprietários
Avalie esta postagem.